Ta aí uma das coisas mais legais que fiz logo que tive um quintal, criar uma composteira. Li um monte de blog’s na internet (onde mais, né?) e vi diversos modelos. Alguns achei complicados, outros elaborados. Resolvi simplificar e comprei uma lata de plástico de 120 litros com tampa.

Como se chama uma  “lata” que é de plástico? Enfim…

Fiz um furos no fundo, para escorrer a água (de vez em quando tem que regar) e o chorume. Para isso usei uma das minhas ferramentas mais queridas, meu alicate de pressão, e um pedaço indefinido de tubo de metal de uns 8cm de comprimento por 1,5cm de diâmetro (tranquera que eu guardo com a certeza inabalável de que será útil, nesta vida ou na próxima, como diria Maximus). Segurando o pedacinho de cano com o alicate e o esquentando numa fogueirinha que fiz dentro da churrasqueira, fiz uns dez furos no fundo da lata. A composteira está pronta! Agora vem a instalação.

DSC_2240

Coloquei a composteira diretamente sobre a terra no fundo do quintal. Na verdade nivelei um pouco o local usando apenas areia. Para começar a usar, cubra o fundo da lata com uma ou duas pás de terra. É legal comprar um saco de humus de minhoca (e tem outro?) no supermercado e jogar na composteira também. Misturado no humus vêm ovos de minhoca que depois vão ajudar bastante no processo.

Tá pronto. Agora é só jogar todos os restos de verduras e legumes crus, casca de ovo, saquinho de chá, e qualquer outro material orgânico que sobrar do quintal. Se for jogar restos de grama ou folhas, deixe-os secar primeiro. Só não jogue sementes e restos de frutas cítricas. De vez em quando, coloque mais uma pá de terra para cobrir os restos. Isso evita que mofem. Picar os restos antes de jogá-los lá acelera a decomposição, assim como de vez em quando revirar o conteúdo da composteira. Diz que areja. Mantenha a lata fechada. Se o conteúdo estiver muito seco, molhe um pouco, sem encharcar.

Quando estiver cheia, tem que esperar um tempo sem jogar mais nada (dois ou três meses para curtir). Depois é só peneirar e usar o adubo. O que ficar na peneira, volta para a composteira.

Em casa a maior vantagem da composteira nem é o adubo em si. Claro que é sempre muito útil, mas o melhor mesmo é que com a composteira deixamos de gerar toneladas de lixo por ano!

Ah! Tava quase esquecendo. Composteira não fede! Pode ficar tranquilo.

 

Anúncios